Alcácer do Sal: Deputados visitaram posto Docapesca na Carrasqueira, que entrará em obras este ano

Posto da Docapesca em Alcácer do Sal

Como já noticiámos, o posto de vendagem da Docapesca na Carrasqueira (Alcácer do Sal) vai ser requalificado. Neste sentido, os deputados do PS eleitos pelo distrito de Setúbal, bem como o presidente da concelhia do partido Socialista de Alcácer do Sal, visitaram o local.

Nesta visita esteve presente o presidente da Docapesca, Sérgio Faias, que deu a conhecer a intervenção prevista para o local, que, assegurou, avança já no próximo verão.

A iniciativa realizou-se a pedido dos parlamentares – Ana Catarina Mendes, Eurídice Pereira, Maria Antónia Almeida Santos, Filipe Pacheco, André Pinotes Batista, Sofia Araújo, Clarisse Campos, Fernando José e Ivan Gonçalves – no seguimento da interpelação ao Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, efetuada pela deputada Clarisse Campos, natural de Alcácer do Sal e vereadora daquele município, na qual foi divulgado que as referidas instalações da Docapesca – Portos e Lotas S.A. seriam alvo de obras de requalificação.

Na visita desta segunda-feira, o presidente daquela empresa reiterou que se vai “proceder à instalação de uma nova infraestrutura no posto de vendagem da Carrasqueira, que melhor possa responder às necessidades da comunidade piscatória local”.

A nova infraestrutura será equipada com uma área para as funções de receção, pesagem e venda do pescado, zona de higienização das caixas, câmara frigorífica e unidade de produção de gelo, para além de uma zona administrativa, balneário e sanitários.

O novo posto será implantado na área das atuais instalações e irá manter o caráter de infraestrutura amovível, com revestimento que permita o respetivo enquadramento paisagístico, tendo em conta a sensibilidade ambiental do local.

O projeto encontra-se em desenvolvimento e pretende reunir as condições conducentes à obtenção de Número de Controlo Veterinário para o estabelecimento da Carrasqueira, prevendo-se que a concretização da intervenção decorra durante o terceiro trimestre de 2021.

Este posto de vendagem serve um universo de cerca de 40 embarcações, movimentando anualmente um valor de pescado de 350 mil euros, a que corresponde uma quantidade de aproximadamente 100 toneladas. As principais espécies transacionadas nesse posto são o choco, o polvo e a amêijoa.