Água armazenada nas barragens do Alentejo aumentou em janeiro, mas ainda há duas abaixo dos 20%

Barragem
Foto: Nuno Mendes

De acordo com a informação disponibilizada pelo Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, no último dia do mês de Janeiro de 2021 e comparativamente ao último dia do mês anterior verificou-se um aumento do volume armazenado em 11 bacias hidrográficas e uma descida em 1.

Das 59 albufeiras monitorizadas, 25 apresentam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e 12 têm disponibilidades inferiores a 40% do volume total.

No que diz respeito ao Alentejo, das 25 albufeiras monitorizadas, 1 está na sua capacidade máxima, 6 estão com mais de 90% da sua capacidade, 10 com mais de 50%, sendo que há duas ainda abaixo dos 20% da capacidade.

Fique de seguida com os dados por albufeira:

Bacia do Guadiana

AlbufeiraConcelhoJaneiro de 2021
AlquevaPortel, Moura, Reguengos de Monsaraz, Mourão e Alandroal69,4%
EnxoéSerpa56,8%
Monte NovoÉvora94%
AbrilongoCampo Maior98,4%
LucifecitAlandroal99%
CaiaCampo Maior / Elvas46,4%
VigiaRedondo58,5%

Bacia do Tejo

AlbufeiraConcelhoJaneiro de  2021
ApartaduraMarvão99,6%
MontargilPonte de Sor95%
PóvoaCastelo de Vide68,5%
MaranhãoAvis100%
MinutosMontemor-o-Novo39%
DivorArraiolos35%

Bacia do Sado

AlbufeiraConcelhoJaneiro de 2021
Monte MigueisOurique28,9%
AlvitoCuba80,3%
Monte GatoOurique25,2%
Pego do AltarAlcácer do Sal78%
Vale do GaioAlcácer do Sal95%
OdivelasAlvito39,7%
RoxoAljustrel30%
Fonte SerneSantiago do Cacém27,7%
Monte da RochaOurique12,9%
CampilhasSantiago do Cacém18,1%

Bacia do Mira

AlbufeiraConcelhoJaneiro 2021
Santa ClaraOdemira43,4%
Corte BriqueOdemira38,9%