Agora há uma sardinha que pode ajudar o Serviço Nacional de Saúde

A conhecida fábrica de loiça, Bordalo Pinheiro, apresentou a coleção “Sardinhas by Bordallo 2020”, um “cardume” com 26 novas espécimes, entre as quais uma solidária de apoio ao Serviço Nacional de Saúde.

De acordo com a informação disponibilizada, “a totalidade do valor da venda da sardinha, que surgiu de um passatempo/desafio lançado em tempo de confinamento aos portugueses, reverte para a aquisição de equipamentos hospitalares.

Mas, a “pescaria” de 2020 também é de homenagem ao Fado e a outros símbolos de Portugal.

A Sardinha de homenagem ao Serviço Nacional de Saúde, nasceu de um passatempo da Bordallo Pinheiro em tempo de pandemia, que desafiou a criatividade das famílias portuguesas, confinadas, a ilustrarem uma sardinha, cuja totalidade da receita obtida com a venda, reverte para a aquisição de equipamentos hospitalares, destinados ao Serviço Nacional de Saúde. A sardinha “Primeiro dia do fim do confinamento”, integrada nesta família “bordalliana” é da autoria de Andreia Baltazar, a vencedora da iniciativa que recebeu dezenas de ilustrações a concurso.