Abertos avisos da agenda de inovação para agricultura com 16 M€ de dotação global

trator

O Ministério da Agricultura anunciou hoje a abertura de quatro avisos, com 16 milhões de euros de dotação global, financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), da Agenda de Inovação para agricultura.

“Com uma dotação de quatro milhões de euros cada um e financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), os avisos agora anunciados dão resposta às iniciativas emblemáticas ‘Alimentação Sustentável’, ‘Uma Só Saúde’, ‘Excelência da Organização da Produção’ e ‘Promoção dos produtos agroalimentares portugueses’ da Agenda de Inovação da Agricultura 20/30 ‘Terra Futura’”, indicou, em comunicado.

O primeiro aviso destina-se a estimular a produção nacional, a adoção de sistemas de produção e distribuição “mais sustentáveis” e as cadeias curtas de abastecimento.

Por outro lado, pretende-se valorizar a dieta mediterrânica, o consumo de produtos de época e a carne de pequenos ruminantes autóctones.

Já o segundo aviso pretende “estimular sinergias intersetoriais e harmonizar abordagens e metodologias” que permitam “avaliar, prever e prevenir” eventuais riscos de origem animal, alimentar, resistência aos antimicrobianos e outras ameaças.

Através deste aviso, serão também sensibilizados os “atores setoriais e a sociedade civil” para a implementação do conceito de uma só saúde.

Conforme adiantou o Ministério da Agricultura, o terceiro aviso tem por intuito contribuir para uma melhor coordenação e organização da produção, “apoiando o ganho de escala, a valorização dos produtos agroalimentares nacionais e o aumento do rendimento dos produtores, através de atividades de investigação e inovação”.

Por último, o quarto aviso destina-se a estimular a inovação dos produtos agroalimentares, atendendo às novas tendências de consumo.

“Todas estas medidas, que materializam a Agenda de Inovação ‘Terra Futura’, vêm juntar-se a quatro concursos que já tínhamos lançados no âmbito do PRR, com uma dotação total de 16 milhões de euros, nas temáticas ‘Mitigação das alterações climáticas’, ‘Territórios vulneráveis’ e ‘Agricultura 4.0’”, referiu, em comunicado, a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

De acordo com a governante, os dois primeiros avisos encerrados “tiveram uma grande adesão”.

A líder do Ministério da Agricultura referiu ainda que os avisos lançados hoje e os anteriores “têm em comum o facto de financiarem projetos de investigação, desenvolvimento e inovação e de refletirem investimentos que ajudam Portugal a recuperar da crise pandémica, beneficiando o setor agrícola e contribuindo para o crescimento sustentável do país”.

As candidaturas podem ser enviadas até, respetivamente, 29 de abril, 30 de setembro, 16 de maio e 30 de setembro, através do ‘site’ do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP).

A Agenda de Inovação conta com 93 milhões de euros para a sua implementação, 45 milhões de euros dos quais destinam-se à dinamização de projetos de investigação e inovação.