300 milhões de euros de investimento de grupo francês em 3 centrais solares no Alentejo

O grupo francês Akuo prevê investir até 300 milhões de euros na construção de três centrais solares no Alentejo.

Estas três centrais foram arrecadadas, pelo grupo, nos primeiros leilões solares realizados em Portugal, em 2019, disse em entrevista ao Jornal Económico João Macedo, diretor-geral da subsidiaria portuguesa.

O grupo ganhou um total de potência de 370MW, marcando a entrada da empresa em Portugal que, segundo João Macedo, prevê que as três centrais estejam prontas para arrancar com a produção em 2022.

O Governo vai lançar, em breve, a segunda ronda dos leilões solares que estava inicialmente prevista para Março. Prevê-se que em Junho.

Além de a segunda ronda permitir licitar capacidade de armazenamento, a outra novidade prende-se com o facto de a capacidade disponível (700 MW) ser concentrada no Alentejo e no Algarve. No anterior, os lotes estavam dispersos por praticamente todo o país.